Associação dos Oficiais da Reserva do 

EXÉRCITO BRASILEIRO

  Home Quem Somos Links Diretoria

História da Aor-Eb
Filiada ao CNOR - Conselho Nacional de Oficiais R2 do Brasil

Home
Opinião
Boletim
Serviços
Aconteceu
Fotos
Nossos Parceiros
Legislação
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
História da Aor-Eb
Associados
Comentários
11° ENOREX
Pesquisar
Empregos
Estatuto
Aniversariantes
Circular
Folder
Armas
Reuniões
10° ENOREX
Brasil na Mídia
Uniforme
Saúde
Humor
Aviões
Hotéis de Trânsito
12° ENOREX-BH

 

 

A AOR-EB surgiu  da adaptação da antiga Associação dos Ex Alunos do CPOR/NPOR/MG. É, desde o seu nascedouro, uma entidade criada no intuito de congregar os segmentos civis e militares de nossa sociedade que possuam um vínculo comum com a crença nas capacidades deste País e de seu povo. Este vínculo e esta crença, no nosso caso, forjados e temperados nas lides da caserna, no nosso Exército,  unindo  homens que se dedicaram à carreira das armas e homens que estiveram na carreira e dela não se esqueceram. Somos, todos, de uma mesma reserva de um mesmo Exército. Cremos que somos  nós, brasileiros, os forjadores de nosso futuro, o qual terá a rosto que nós lhe moldarmos. Aqui estamos, unidos, as duas classes da reserva do Exército, com o propósito de modelar a face desta Nação, pela têmpera do civismo e do orgulho de pertencermos a uma Entidade como o Exército Nacional.

O Conselho Nacional de Oficiais R-2, no Rio, em novembro de 2000,  escolheu unanimemente o 2º Ten R2 Cav Dr. Ivo Pitangui (indicação da antiga Associação de Ex Al-MG) como Oficial R-2 Padrão. Percebendo o nosso potencial, ocorreu ao então Vicepresidente, 2º Ten R2 Inf Dr. Paulo Penido Filho, a idéia da transformação,   imediatamente aplaudida pelo então Comandante do Exército, General Gleuber Vieira, presente ao encontro. De volta a BH,em dezembro de 2000,  Penido  fez brotar o germe da Associação, na comemoração dos trinta anos de formados de sua turma (1970) do CPOR/BH, em sua  residência. Em uma formatura com direito a hasteamento da Bandeira e toque de corneta, o nosso futuro  primeiro Presidente, Paulo Penido Filho conseguiu impressionar e motivar os presentes, Oficiais da ativa, R1 e R2, pelo leque de possibilidades cívicas descortinado com a operacionalização da fusão. 

Até à posse da primeira diretoria, dois anos foram empregados na maturação da idéia, contatos e em muito trabalho, buscando o formato mais apropriado para a entidade. A irmandade de propósitos entre Oficiais R-1 e R-2 em nosso Estado, aliada à fortíssima participação de Oficiais da Reserva do Exército no PIB de Minas nos permite antever solidez e durabilidade para a AOR-EB.
 O falecimento de nosso entusiástico idealizador e primeiro Presidente, levou estatutariamente ao cargo outro ícone de nossa AOR-EB, nosso ex-Primeiro Vicepresidente, TenCel R1Inf/ Ten R2Art Eng° Paulo Rubens Pereira Diniz, homem que encarna em si os propósitos da Associação entre R1 e R2.

 O entusiasmo do Penido é hoje nosso legado, entregue nas mãos seguras do melhor timoneiro de que poderíamos dispor, oficial R1 e R2 de reconhecidas capacidade, objetividade e entusiasmo.  

 

Home ]            

Comentários sobre este Website para: macroser@macroser.com.br Copyright © 2006 Aoe-Eb Última modificação: 11 janeiro, 2011